[Resenha] Por Trás da Seriedade - Lilly Belmount


Hey pessoal! Espero que estejam bem, estava morrendo de saudades de vocês. Trago-lhes mais outra resenha, desta vez de nossa outra parceira Lilly Belmount. Primeiramente gostaria de agradecer a escritora por ter me concedido esta oportunidade. Essa foi uma das resenhas mais difíceis de elaborar, tem como você amar e odiar algo ao mesmo tempo? Odiar no bom sentido é claro. Chegar de conversa e fiquem atentos em cada palavra que eu disser, não quero de maneira alguma que interpretem com equivoco. 

 [SPOILER ALERT] 


Passei mais de uma semana, escolhendo as palavras corretas e tentando desenrolar a resenha da maneira mais compreensível possível. A história é muito boa e me surpreendeu bastante, quero deixar claro logo de inicio. Apesar das reclamações a seguir, gostaria de parabenizar a Lilly pela objetividade do enredo e pela sinopse que não entregou praticamente nada.



Jared é integrante da famosa The Fallen, da qual Cindy sua vizinha sempre foi fã. Ambos se gostavam desde o período da escola, mas Cindy nunca fora corajosa o bastante pra trocar mais do que poucas palavras. Jared foi o personagem do qual não consegui me conectar (me desculpa Lilly hahaha), já Cindy ficou guardada no meu coração. A banda é composta por Jared, Evan (seu irmão) e Trevor, o trio costumava dar festas, Cindy que era sempre convidada, não comparecia em nenhuma delas. Até convencer a mãe a permitir se divertir em ao menos uma, o que Cindy não esperava, era que aquela noite mudaria o resto de sua vida. A garota bebeu demais e acabou sem intenção se metendo numa tremenda confusão com a Mellody, namorada de Jared. Ele termina o relacionamento, o que deixa Mell (como a chamavam) furiosa, principalmente por vê-lo ajudar Cindy. Tentando esconder o que acontecera a ela dos pais, a levou para um hotel, onde dormiram juntos e assim deram inicio a longa jornada de amor que enfrentariam. Não curti muitas atitudes do Jared, em relação a tentar mandar em Cindy. Em partes a compreendia por ser inexperiente, gostei dela ter retrucado muitas das atitudes dele e fazê-lo lutar para provar seu amor a ela. Jared conhecido por sua seriedade, mostrava sua verdadeira face quando Cindy estava ao seu lado, o mundo ganhava cor para os dois e tudo se tornava mais leve. Tenho que admitir que Jared ganhou diversos pontos ao longo da história, principalmente por não cair na tentação da Mellody e não negar seus sentimentos a Cindy, mesmo diante de todas as provações.


Falando nos personagens secundários, Roberta se tornou a minha favorita de toda a história. Ela deveria ser tornar acessório pra qualquer mulher, uma amiga sincera, divertida e amável. Roberta não abandona Cindy seja qual for a circunstância. Roberta eu te venero! Evan também foi outro que me conquistou.

Cindy se encontra em alerta ao lembrar que não se preveniu ao ter relações com Jared, o que a deixa aflita. Mellody está envolvida em quase todos os conflitos do casal, que acaba sempre reatando e causando mais fúria a megera. Diante das diversas decepções e a descoberta da gravidez, Cindy passa um tempo com sua amada tia na França, na tentativa de se afastar dos problemas e colocar os pensamentos em ordem. Mellody não poupa nas ameaças, prometendo afetar não só a ela, mas a todos que amam. Após muito temer, Cindy a ignora e resolve confrontar a rival, decidida a não abrir mão de sua felicidade.


Mellody é uma das piores personagens, a mais estupida e repulsiva que já me deparei na Literatura Nacional (está na minha lista negra). Sua incansável obsessão e psicopatia a faz cometer uma loucura, que até eu mesma duvidava, sequestrar a Cindy. Após ser resgatada por Jared e os amigos, o cuidado com ela fica ainda maior. A história aborda muito da realidade dos adolescentes e um assunto muito interessante: gravidez na adolescência e a aceitação da família e das pessoas quanto a isso. Cindy passa a sofrer muito na escola devido ao bebê, em casa sua mãe a repreende a principio, mas com o tempo o clima entre as duas ameniza.

Prestem atenção no que citei acima, sobre odiar no bom sentido. Sabe quando você inicia uma leitura, tendo em mente, que vai ser uma daquelas histórias fofinhas e que tudo vai terminar bem? Sinto em decepcionar vocês, mas é aí que se enganam. A obra flui de um jeito agradável e leve, mas nos capítulos finais, tive um tombo daqueles de me dilacerar toda. Eu odiei o que aconteceu a Cindy, odiei a forma como sua vida... (não consigo nem falar o resto). Doloroso é elogio perto de como terminara, eu não esperava e fui totalmente surpreendida, não de uma boa maneira, pensei que tudo terminaria bem. Depois de tantos obstáculos enfrentados pelo casal, Mellody merecia um destino pior, não merecia nem ao menos continuar viva (deveria ter sofrido mais). Jared, pobre rapaz, ter perdido o amor da sua vida daquele jeito e a Crystal terminar sem mãe. No final das contas, após muito pensar, nada mais é do que a realidade. Quantas pessoas não já passaram pelo mesmo? Se você é daqueles que adora um romance com fortes emoções e passar por uma intensa ressaca literária, te indico esta obra, se você também não gosta, também te indico, vai te arrancar muitas lágrimas e questionamentos sobre o amor e como lidamos com ele. Lilly, mais um vez te elogiando pela história surpreendente e te desejando todo sucesso do mundo, você é incrivelmente batalhadora, por favor não me faça sofrer assim novamente (hahahahaha!).

Nota☕☕☕
3,5 {Bom}




Gente, desculpe a demora e logo estarei de volta com mais novidades e indicações pra vocês. Quem quiser, estou aberta a sugestões, seja aqui ou lá na página! A próxima resenha será de uma das incríveis histórias da Kate Williams, qual delas? Fiquem ligadinhos na tia Danny que em breve revelarei.  Um cheirinho em cada um e aquele lindo até logo! Beijaço!!







© Danny Belo - 2015/2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Janaína Magalhães. Tecnologia do Blogger. imagem-logo