10 Fatos Sobre Mim

Confesso que tive bastante medo em ver o quanto optaram para saber disso hahaha! Farei jus aos votos de vocês, aviso logo que talvez ergam uma das sobrancelhas e pense: é isso mesmo que estou lendo? Sim, é o que está aí diante da sua tela, seja de computador, celular ou qualquer outro dispositivo. Alegando a minha falta de normalidade como alguns já conhecem, espero que se divirtam!
Odeio usar roupas, culpo em partes a região em que vivo, onde o calor é demais. Talvez o fato de não gostar de usá-las seja motivado por esse fator. (Pra quem me ver bastante vestida jura que tô amando.)
Babo enquanto durmo, sim sei o quanto é nojento. Principalmente quando tomo suco de limão, o deserto parece se apossar da minha garganta e não sei bem o que acontece. (Isso não ocorre todos os dias, tá?)
Amo cheiro do percevejo, sim adoro aquele cheirinho de mato queimado soltado por ele. (Sei que gosto não se discute, mas os meus devem ser estudados pela ciência, admito.)
Adoro saborear tanajuras, aquelas formigas mesmo da bunda a la Nicki Minaj. (Na manteiga melhor ainda.)
Quando rio em demasia surge um ronco semelhante ao do porco, não é exagero, falo muito sério. (Baixa um espirito Peppa Pig.)
Sou uma tagarela irremediável, não saio falando de tudo aos quatro cantos, não. Basta começar a conversar comigo que não paro mais. (Há dias que falo tanto que no final dele fico bastante rouca, sério.)  
Sempre odiei bonecas, desde que me entendo por gente. Tenho pavor a elas. (Até o cheiro de que são feitas me dá ânsia de vômito.)
Todos os blogs do qual fiz parte ou administrei, desativava os comentários por achar que desestimulavaEntendam melhor: fazer uma postagem e não ver nenhum comentário nele, entristece, então prefiro não optar em ativar esse recurso. (Enquanto outros blogueiros aguardam ansiosamente por um, a estranha aqui não quer nem saber deles.)
Voltei a escrever por conta de uma decepção amorosa, Monalisa surgiu em meio a esse momento chato. Deixando claro que a história não tem nenhuma relação ao que passei. A personagem foi criada depois de um pesadelo que tive com muitas pessoas queridas em agosto de 2014, após isso contei a uma amiga e um amigo também escritor que me apoiaram com ideia. Monalisa foi minha melhor amiga nas madrugadas mais tristes, enquanto alguns dormiam, esse enredo louco estava sendo criado. Joguei minha dor nela e a fiz sofrer hahaha, como lerão em breve. Sempre que terminava um capítulo dava um risinho de canto de boca e me perguntava você fez isso mesmo Danielli? Explicando mais uma vez, a história não tem conexão alguma ao que sofri, ela não foi inspirada em mim e o fato de retornar a escrita, fora um método para diluir e afastar a tristeza. (Até hoje escrevo, seja nos bons ou nos maus momentos. Para mim escrever me retira do mundo real e me proporciona viajar pelos lugares criados por mim ou os já existentes contidos na história.)
Sou desastrada ao extremo, se virem alguma mancha em qualquer parte do meu corpo, fiquem calmos. Foram motivados por locais onde bati sejam paredes ou móveis. (Na próxima casa nada de móveis. O.K.?) 

Se algum de vocês se identificaram com algumas desses bizarrices, vamos nos abraçar e ser loucos juntos. Obrigado por participarem disso comigo, e não deixem de me visitar mais vezes, tá bem? Beijos pra todos!
© Danny Belo - 2015/2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Janaína Magalhães. Tecnologia do Blogger. imagem-logo